Dr. Paulo Duarte | Blefaroplastia

Blefaroplastia

Face

ENTENDA O PROCEDIMENTO

procedimentos-img-1

Também conhecida como blefaroplastia, a cirurgia de pálpebra melhora a aparência das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas. A cirurgia proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta.

PERGUNTAS FREQUENTES

Condições tratáveis

• A cirurgia da pálpebra superior remove o excesso de depósito de gordura que aparece como inchaço nas pálpebras superiores,
• Pele frouxa ou flacidez que cria dobras ou incomoda o contorno natural da pálpebra superior, às vezes, prejudicando a visão, e pode ser tratada com cirurgia de pálpebra superior,
• A blefaroplastia da pálpebra inferior remove o excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior,
• Bolsas sob os olhos podem ser corrigidas por blefaroplastia,
• A cirurgia de pálpebra inferior pode corrigir queda das pálpebras inferiores.

É indicada para mim?

A blefaroplastia é geralmente realizada em homens e mulheres adultos que têm tecido facial e músculos saudáveis, com metas realistas sobre a cirurgia.

Bons candidatos a cirurgia são:

• Indivíduos saudáveis sem patologia que possa prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia,
• Não fumantes,
• Indivíduos com perspectiva positiva e expectativas realistas sobre a cirurgia,
• Indivíduos sem condições oculares graves.

O que esperar da cirurgia?

O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

A cirurgia também poderá

• Avaliar seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
• Tirar fotos para seu prontuário médico,
• Discutir suas opções e recomendar um tratamento,
• Discutir prováveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Preparando-se para a cirurgia

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:

• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
• Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
• Parar de fumar bem antes da cirurgia,
• Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Instruções especiais

• O que fazer na noite anterior e na manhã da cirurgia (tempo de jejum, medicamentos, banho),
• O uso de anestesia durante o procedimento,
• Cuidados pós-operatórios.

Etapas do procedimento

O que acontece durante a cirurgia?

Etapa 1 – Anestesia

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa ou anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão

As linhas de incisão da cirurgia de pálpebra são planejadas para deixar as cicatrizes bem escondidas dentro das estruturas naturais da região das pálpebras. A queda da pálpebra superior pode ser corrigida através de uma incisão na prega da pálpebra superior, permitindo o reposicionamento dos depósitos de gordura, a contração dos músculos e dos tecidos, e/ou a remoção do excesso de pele. A pálpebra inferior pode ser corrigida com uma incisão logo abaixo da linha inferior do cílio. Através desta incisão, o excesso de pele nas pálpebras inferiores é removido. Uma incisão transconjuntival, ocultada dentro da pálpebra inferior, é uma técnica alternativa para corrigir imperfeições da pálpebra inferior e redistribuir ou remover o excesso de gordura.

Etapa 3 – Fechando as incisões

Incisões na pálpebra normalmente são fechadas com:

• Suturas removíveis ou absorvíveis,
• Adesivos de pele,

O cirurgião pode usar um peeling químico ou laser para remover a coloração escura das pálpebras inferiores.

Passo 4 – Resultados

Os resultados da cirurgia de pálpebras irão aparecer gradualmente à medida que o inchaço e os hematomas diminuem.

Informações de segurança

A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem terá de decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da blefaroplastia são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Ao receber alta

Se você sentir falta de ar, dor no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Se algumas destas complicações ocorrerem, você pode precisar de internação e de tratamento adicional. A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de bons resultados serem esperados, não há garantia. Em algumas situações, pode não ser possível atingir ótimos resultados com um único procedimento cirúrgico, sendo necessária uma nova cirurgia.

Recuperação pós-operatória

Após o procedimento ser concluído, use uma pomada lubrificante e faça compressas frias no local. Em alguns casos, os olhos podem ser cobertos com gaze.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

  • Compartilhe

Dr. Paulo Duarte

Atua como cirurgião plástico em Natal e Belo Horizonte, atende no Instituto da Mama, Natal Hospital Center, Hospital da LIGA Norteriograndense, Hospital Público Monsenhor Walfredo Gurgel, bem como na Clínica Bonica em Belo Horizonte.

blog2-man
Autor